Sopas frias para saborear nos dias quentes

E quem disse que sopa é um prato para ser consumido somente no inverno? O gaspacho ou caspacho, por exemplo, é uma receita tradicional do sul de Portugal e do sul da Espanha, que consiste em uma sopa fria à base de hortaliças e tomate, apresentando variações também com pepino e pimentões. Além de ser um prato supernutritivo, as sopas frias refrescam e ajudam na hidratação do corpo. Uma excelente ideia de cardápio para os dias mais quentes que estamos vivendo. Que tal servir algumas sopas e cremes frios no próximo encontro na sua casa? Será que seus convidados irão aderir às provocações ao paladar ou recusarão a oferta? Só preparando para saber!

Para impressionar um pouco mais na recepção, fugindo do óbvio ao mesmo tempo em que é inusitado e mantendo uma certa linha de segurança, nossa sugestão é servir sopas cujos sabores já estão presentes na memória gustativa das pessoas, ou seja, apresentar sopas que elas normalmente comeriam quentes; porém, agora na temperatura fria. Por isso, selecionamos algumas das melhores receitas que servem para ambas as finalidades: serem consumidas tanto frias quanto quentes. O único diferencial aqui é que, ao invés de servir tais preparos logo que saem do fogo, você precisa deixá-los na geladeira por um tempo. E, claro, jamais inventar de servir sopas à base de caldos gordurosos no formato frio.

Sugestões:

Creme de cenoura com gengibre
– Cozinhe cenouras e batatas na água com sal até ficarem macias.
– Deixe amornar e bata no liquidificador com o gengibre ralado.
– Leve à geladeira por aproximadamente 2 ou 3 horas.

Sopa de hortelã com alho poró
– Corte o alho-poró em rodelas finas e ferva-o em água.
– Quando estiver cozido, bata no liquidificador.
– Refrigere por algumas horas e, na hora de servir, finalize com pedacinhos de hortelã fresco e um fio de azeite de oliva por cima.

Sopa de salsão
– Refogue no azeite de oliva 1 cebola cortada em cubos grandes e 3 talos de salsão cortado em cubos de cerca de 2cm (sem as folhas). Quando a cebola murchar, acrescente 1 batata cortada em cubos médios + 1 filé de peito de frango e 1 folha de louro. Regue com água e deixe cozinhar em fogo médio.
– Assim que ferver, diminua o fogo e cozinhe com a tampa entreaberta por mais 30 minutos.
– Então, desligue, retire o filé e a folha de louro e bata o restante do conteúdo no liquidificador.
– Leve para à geladeira. Na hora em que for consumir, acrescente um pouco de cebolinha verde picada por cima e colheres de creme de leite fresco.

Creme de mandioquinha
– Refogue 1 cebola grande picada com 2 colheres de sopa de manteiga.
– Acrescente 3 a 4 unidades de alho-poró, ½ talo de salsão picado, ½ cenoura picada e 4 mandioquinhas sem casca cortadas em rodela. Refogue mais.
– Junte 1L de caldo de legumes e ferva até que a mandioquinha esteja bem macia. Corrija o tempero com sal.
– Bata tudo no liquidificador e, depois, coe.
– Retorne para a panela e acrescente 300mL de creme de leite fresco. Ferva em fogo baixo por 10 minutos.
– Acerte o sal novamente, inclua um pouco de pimenta branca e leve à geladeira.
– Na hora de apreciar, você pode colocar um pouco de ciboulette picada por cima e regar com um fio de azeite.

Sopa de cenoura com curry
– Primeiramente, faça um caldo de carne usando 1 peito de frango com osso e sem pele, 2L de água, 2 cenouras, 1 cebola (corte-a ao meio), 1 folha de louro, 3 cravos-da-índia, 5 grãos de pimenta-do-reino e 2 talos de salsão (um com as folhas e o outro sem).
– Pronto o caldo, coe-o e reserve uma xícara para o preparo da sopa.
– No liquidificador, coloque 1 das cenouras que estavam no caldo e 1/2 cebola cozida (também das que estavam no caldo). Adicione uma colher de leite de coco e bata tudo até obter um creme homogêneo.
– Tempere com sal a gosto e ¼ de colher de chá de curry. Bata novamente para misturar bem.
– Deixe na geladeira até a hora de servir.

Deixe uma resposta