Dicas de comidas para trilhas e caminhadas

Sabe aquela trilha que você sempre sonhou fazer? Ou aquele banho de cachoeira que você sempre quis tomar no calor do verão? A hora é agora, antes que os dias quentes acabem e a gente retorne à rotina corrida da vida. Pegue o calendário, escolha uma data, mande mensagem para os amigos e planeje sua aventura hoje mesmo. Aproveite, também, as nossas dicas de organização e alimentação para trilhas, seja de bike ou a pé, e caminhadas! Preparamos sugestões de snacks e almoço para um dia de atividade longe da civilização.

1. Quem se exercita necessita repor as energias
Caminhantes que passam cerca de um dia em atividade gastam, em média, seis mil calorias. Altos níveis de calorias, carboidratos, gorduras, fibras e proteínas são exigidos para repor essa perda. Aposte nos itens abaixo.


– Frutas frescas (maçã é de fácil transporte e consumo, lembre-se de lavá-la antes de sair de casa)
– Mix de frutas secas
– Nozes e oleaginosas
– Barrinhas de Cereal
– Bolachinhas e Snacks Salgados
– Chocolate

2. Evite o famoso Sanduíche de Atum. Opte pelo Wrap de Shiitake!
O sanduíche de atum é, normalmente, um dos mais sugeridos para piqueniques e atividades ao ar livre; porém, lembre-se: o atum fica fora da refrigeração nos supermercados, mas aquilo que você mistura a ele, como maionese ou cream cheese, não podem ficar longas horas sem geladeira.

Ideia: substitua a proteína animal do atum por uma proteína vegetal, como cogumelos ou discos de hambúrguer feitos à base de grãos (lentilha, ervilha, grão de bico, por exemplo).

Embutidos, como o salame, e queijos duros também são super bem-vindos em um sanduíche para um dia de trilha.

Wrap de Shiitake para a hora do almoço:

3. A água é sempre a melhor solução, mas uma cafeína vai bem também
A água é aquele líquido que, não importa a temperatura, sempre precisamos beber. A dica é encher garrafinhas plásticas de 500ml com água e colocá-las no congelador na noite anterior. Recomendamos, no mínimo, 3 garrafinhas por pessoa. De manhã, ao sair, enrole-as em papel alumínio e em duas sacolas plásticas cada, isso conservará por mais tempo a água gelada. OBS: as sacolas plásticas depois você reaproveita para carregar o lixo gerado.

Jamais carregue uma única garrafa de 1,5 ou 2L de água, apesar de conter a mesma medida, ela parecerá muito mais pesada, pois o peso estará concentrado em um só lugar.

Caso opte por levar outros líquidos, duas excelentes sugestões são: isotônicos e cafeína. Sim, se você gosta de um café gelado, ele é ótimo na hora de dar aquele “up” no meio da caminhada. Nos mercados, você encontra também a Coca-Cola Plus Café, que reúne açúcar e cafeína em uma única dose. Entretanto, lembre-se de beber esses líquidos antes da água, pois quando eles estão gelados são muito melhores do que em temperatura ambiente ou quentes.

4. Comidas fáceis de manusear e que pesam pouco na mochila
Visto que você terá que carregar seus próprios mantimentos durante toda a jornada, quanto mais leve sua mochila ficar, melhor. Então, opte por pacotes de snacks e alimentos leves e pequenos (de fácil distribuição entre os espaços da mochila). Potes e garrafas fazem volume e pesam. Por isso, organize as bebidas nas garrafas plásticas de 500mL, as comidas em saquinhos plásticos com zíper e carregue apenas os itens essenciais de consumo.

OBS: nunca leve coolers ou bolsas térmicas dentro da mochila, eles pesam demais e você não consegue distribuir de forma equilibrada o peso dos materiais.

Boas práticas:
• Lave sempre as mãos antes de manusear os alimentos, antes e depois de comer.
• Carregue lenços de papel e toalhinhas umedecidas para qualquer emergência.

Deixe uma resposta