Dicas para colorir as comidas sem usar corantes

Comidas coloridas são uma graça, não são? Em especial, quando levam nomes engraçados e misturam várias tonalidades, a exemplo do Milkshake de Unicórnio, do Bolo Hulk, do Pudim Arco-Íris e por aí segue. Crianças e adultos apreciam isso. Porém, sabemos que para chegar a esse resultado, quem cozinha utiliza-se de artifícios como corantes ou gelatinas, os quais não são naturais e acabam alterando o sabor e a qualidade dos alimentos.

Como as combinações químicas que aprendemos no colégio, no mundo da gastronomia também é possível fazer combinações de ingredientes para obter as colorações desejadas. Assim como é possível apropriar-se das propriedades de cada alimento, como a antocianina – pigmento polifenólico presente nas frutas vermelhas, e a clorofila – presente na couve, espinafre e outras folhas verdes, para obter pratos coloridos.

Algumas dicas para mudar as cores dos pratos que você colocará à mesa nesta temporada mais leve, florida e quente, são:

1. Acrescente folhas de espinafre à massa da panqueca na hora que estiver batendo-a no liquidificador. As panquecas ficarão verdes!

2. Faça um risoto rosa com beterrabas e mussarela de búfala. A apresentação é encantadora tanto para adultos quanto crianças.

3. Se você acha que a massa já é amarela por natureza, é porque nunca fez uma massa ao molho de açafrão. Aí sim será possível enxergar a cor amarela.

DICA DE RECEITA:

Talharim ao Molho de Queijo e Bacon
1 cebolda média picada
2 tomates com casca picados
2 colheres de chá de açafrão
1 copo de requeijão
1 creme de leite
1/2 copo de leite
50g de parmesão ralado
200g de palmito picado
1 pitada de noz-moscada
100g de bacon picado
500g de massa talharim

– Frite o bacon, adicione a cebola e o açafrão e deixe dourar.
– Junte o tomate à panela e deixe cozinhar sem desmanchar.
– Acrescente os queijos e o leite.
– Ao final, coloque o palmito, o creme de leite e a noz-moscada e corrija o tempero com sal.

4. O roxo está em alta na gastronomia: açaí, figo roxo, berinjela, repolho roxo, jabuticaba e mirtilo são alguns dos alimentos que podem ser misturados para garantir tal coloração aos pratos.

5. O mirtilo também pode ser usado quando se quer alcançar a tonalidade azul. Um bolo Blue Sky, por exemplo, pode ser feito a partir de uma base de bolo de cor neutra acrescentada a um suco espesso de mirtilos. Aliás, sempre que quisermos extrair as cores de um dado alimento, podemos batê-lo, filtra-lo e depois cozinhá-lo em fogo baixo até chegar nesse suco espesso. O mesmo processo pode, ainda, ser feito com morangos, amoras e frutas silvestres, por exemplo. Outra técnica muito utilizada é: bater e coar o ingrediente para extrair a polpa e, depois, cozinhar.

Deixe uma resposta