Clássicos para ter no seu Bar

Receber visitas em casa é sempre muito bom. Apesar de dar mais trabalho para organizar o jantar, o almoço ou um simples encontro rotineiro, os convidados e os donos da casa desfrutam de um local mais tranquilo e cômodo para conversar. É nessa hora, porém, quando você precisa definir as comidas e bebidas para oferecer aos mais diversos perfis de visitas, que começam a surgir as inseguranças: o que será que eles gostam de beber?; qual o prato mais apropriado para servir?; será que isso ou aquilo vai agradá-los?.

Ter em casa alguns ingredientes e bebidas mais tradicionais, daqueles clássicos irrefutáveis que todo mundo consome, é uma boa dica para ciceronear bem. A fim de ajudar você a ser assertivo nas escolhas, montamos uma relação com 7 tipos de bebidas quentes essenciais para ter em casa que, independentemente de quem você for receber, estará muito bem servido.

São elas:
– Uísque
– Cachaça
– Vermute
– Gim
– Vodca
– Rum
– Cointreau

1. Uísque:
Dois cubinhos de gelo dentro de um copo e pronto: a bebida está finalizada para ser degustada. Um uísque básico e de sabor suave para qualquer coquetel é o famoso Johnnie Walker, tanto o Red quanto o Black Label. Quando se tem uísque em casa, incrementar a apresentação fica superfácil: faça o Godfather, ou seja, O Poderoso Chefão – partes iguais de uísque e licor de amaretto, mais gelo e uma cereja dentro do copo.

2. Cachaça:
Pinga, cana, cachaça ou caninha. Normalmente um item que não falta na casa dos brasileiros. Clássica para as caipirinhas que todo mundo ama, a cachaça ainda pode ser apreciada em “shots” (doses), especialmente aquelas saborizadas. Velho Barreiro, 51, Ypióca e Weber Haus são algumas das garrafas mais certas para montar um bar.

3. Vermute:
Cinzano Rosso e Martini Bianco: duas garrafas típicas para bares caseiros. Podem ser degustados puros, com uma fatia de limão e gelo no copo, ou em versões clássicas como o Negroni.

4. Gim:
Um dos destilados mais antigos do mundo, mais consumidos da atualidade e dos mais básicos em qualquer bar. Sua forma principal de preparo é com tônica e pepino. Mas nada impede de bebê-lo puro, sem gelo nem misturas. Sirva uma dose em um copo e beba devagar, em pequenos goles.

5. Vodca:
Finlandesa, russa, norte-americana, brasileira. Não importa a nacionalidade, o importante é ter uma garrafa de vodka no seu bar. Versátil, serve para coquetéis dos mais simples, com um suco misturado com vodka e gelo, a caipirinhas e drinks rebuscados. Uma das mais famosas: Absolut.

6. Rum:
Bacardi, Montila, Big Apple, Havana Club. São dezenas as marcas com sabor e qualidade. Como existem inúmeras variações de rum (branco, escuro, Premium, saborizado etc.), o mais garantido é adquirir uma garrafa de branco, para misturar e fazer coquetéis, e outra de rum Premium para consumir como uma espécie de uísque.

7. Cointreau:
Não existe bar sem um bom licor. Então, antes de ficar divagando entre este ou aquele tipo de licor (mais doce, mais amargo, mais forte, mais fraco, e assim por diante), escolha com segurança e firmeza: Cointreau. Um excelente aperitivo para apresentar em qualquer ocasião!

[Beba com moderação]

Deixe uma resposta